Vídeos do Vitória

10 de abril de 2011

Ao derrotar o Serrano por 3 x 2 e conquistar seu nono triunfo seguido, Vitória garante vantagem e fica a quatro empates de mais um título baiano

Ao derrotar o Serrano por 3 x 2 e conquistar seu nono triunfo seguido, Vitória garante vantagem e fica a quatro empates de mais um título baiano

Uma boa apresentação no primeiro tempo, quando marcou os três gols, e muita superação na etapa final para conter a reação do adversário. Assim, o Vitória bateu o Serrano, por 3 x 2, neste sábado, chegou ao novo triunfo seguido no Campeonato Baiano e, definitivamente, assegurou a vangtagem de decidir as semifinais e, caso avance, as finais, em casa e com direito a quatro empates ou resultados iguais (por exemplo: ganha de 1 a 0 e perde pelo mesmo placar) para conquistar o inédito pentacampeonato.

Sábado, dia 16 de abril, o rubro-negro encerra sua participação nas quartas-de-final enfrentando o Camaçari, às 17 horas, no Estádio Manoel Barradas. As semifinais estão programadas para os dias 24 de abril e 1º de maio, e o adversário rubro-negro será o segundo colocado do Grupo 3 – hoje seria o Vitória da Conquista.

O Vitória alcançou o nono triunfo seguido – o técnico Antonio Lopes igualou o recorde de Arthurzinho em 1997 – de forma categórica. Com 20 minutos de jogo vencia por 3 x 0. Sofreu um gol ainda no primeiro tempo e outro aos 43 minutos da etapa final. O rubro-negro é o único time com 100% de aproveitamento nas quartas-de-final.

Conforme determinação do treinador Antonio Lopes, o Vitória começou se impondo, marcando a saída de bola do Serrano. Logo aos 4 minutos, o goleiro André Nunes rebateu mal a bola atrasada pelo zagueiro Juan. Elkeson pegou o rebote e acertou uma bomba de fora da área. A bola furou a rede e o árbitro Arilson Bispo da Anunciação validou o gol depois de conferir.

Antes de Elkeson abrir o marcador, o Serrano já tinha escapado de levar o primeiro gol: Nikão bateu falta com precisão e a bola explodiu no travessão do goleiro André Nunes.

Superior em campo, apesar do gramado irregular e pisoteado – teve jogo preliminar e tinha lama em algumas partes devido à chuva - o Vitória, aos 8 minutos, ampliou o placar. Nikão recebeu a bola na intermediária, partiu para cima da marcação e finalizou com estilo para marcar seu nono gol em oito partidas.

Atordoado com o volume de jogo imposto pelo Vitória, o Serrano mal conseguia ultrapassar a linha do meio-campo. Aos 20 minutos, o rubro-negro assinalou o terceiro gol. A dupla Nikão e Geovanni voltou a funcionar. O primeiro tomou a bola do zagueiro e deixou Geovanni livre na área para concluir com maestria.

Em um lance de pura sorte, o Serrano diminuiu. No escanteio cobrado da direita, Renilton ficou livre para cabecear sem chances de defesa para o goleiro Viáfara, que retornou ao time depois de quatro jogos cumprindo suspensão.

O Vitória poderia ter descontado em seguida, mas Esdras precipitou-se e chutou a gol quando Nikão entrava livre na área. Houve, ainda, outra bola no travessão num chute de Uelliton batendo falta de longa distância.

A vantagem fez o Vitória reduzir seu ímpeto e, por isso, o time permitiu ao Serrano ter mais o domínio da bola e passar mais tempo no campo defensivo rubro-negro. Além disso, o time perdeu Nino, com um traumatismo no dedo do pé, substituído pelo garoto Dimas, do júnior.

Como a equipe conquistense passou a usar muito o jogo aéreo, Lopes optou por escalar o zagueiro Dankler, outro garoto do júnior. Saiu Ernani, que já tinha cartão amarelo. Equilibrado defensivamente, o rubro-negro agüentou até aos 43 minutos a pressão do Serrano. Em um lance de bola parada, Carlos Júnior aproveitou e de cabeça marcou o segundo gol.

Nesta etapa, o Vitória pouco criou, e quando chegou ao ataque, Nikão e Elkeson não foram felizes nas conclusões.

SERRANO 2 X 3 VITÓRIA
5ª RODADA – jogo de volta/Quartas-de-final do Campeonato Baiano

SERRANO: André Nunes; Gustavo, Ricardo Elhe, Juan e Rubens; Negitão (Moreira), Renilton, Júnior Maranhão e Clayton (André Araújo); Digão e André Recife (Carlos Júnior). Técnico: Esquerdinha.

VITÓRIA: Viafara; Nino (Dimas), Alison, Gabriel Paulista e Ernani (Dankler); Esdras, Uelliton e Mineiro; Nikão; Elkeson (Duylio) e Geovanni. Técnico: Antônio Lopes.

Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista (BA)
Horário: 16h
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (CBF)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira (CBF) e Kléber Moradillo (CBF)
Gols: Elkeson, aos 4min; Nikão, aos 8min; Geovanni, aos 20min, e Renilson, aos 23min do 1º tempo; Carlos Júnior, aos 43min do 2º tempo
Cartão amarelo: Rubens, Renilton, Ricardo Elhe, Digão (Serrano), Ernani, Viáfara e Elkeson (Vitória)
Renda: R$41.410,00
Público: 4 mil 911 pagantes

http://www.ecvitoria.com.br/site/noticias/detalhe.jsp?CId=14902

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

GloboEsporte - Vitória

Marketing ECVitória

UOL Esporte - Vitória

LeãodaBarra.com

GazetaEsportiva.net - Vitória

Terra Esportes - Vitória

Fanáticos por Futebol - Vitória

ESPN.com.br - Vitória

iG Esportes - Vitória

Links

FutebolBahiano.com

FutebolBaiano.net

BahiaNotícias - Esportes

iBahia - Esportes

Itapoan On-LINE - Esportes

Aratu Online - Esportes

A Tarde On Line - Esporte

Correio* - Esportes

Blog do GE - Larissa Dantas

Victoria Quae Sera Tamen - Franciel

Eu Sou Vitória - Fábio Monteiro

Vitória - Reinaldo Oliveira

ECV News

ECV 1899

Arena Rubro Negra

Leão Minha Paixão - Valmerson

Viáfara Paredão

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO