Vídeos do Vitória

27 de outubro de 2010

Vitória x Vasco da Gama pelo Brasileiro da Série A neste sábado será o jogo de número 500 no santuário Manoel Barradas

TorcidaVitória x Vasco da Gama pelo Brasileiro da Série A neste sábado será o jogo de número 500 no santuário Manoel Barradas

Neste sábado, dia 30 de outubro de 2010, o Vitória irá realizar a partida oficial de número 500 no Estádio Manoel Barradas, uma marca muito importante para quem lutou muito para ter reconhecido o direito de ter um estádio próprio, onde conseguiu reverter a hegemonia do futebol local, conseguindo importantes títulos e se estabelecendo em uma posição de destaque no cenário nacional.

Foi no Estádio Manoel Barradas que o Vitória levantou a maior parte de seus títulos: 14 Campeonatos Baianos (92, 95, 96, 97, 99, 00, 02, 03, 04, 05, 07, 08, 09, 10), 3 Campeonatos do Nordeste (97, 99, 03) – nos Campeonatos Baianos de 92 e 99, e os do Nordeste de 97 e 99, o Barradão foi utilizado em poucos jogos.

Foi também no Barradão que conseguimos os acessos da Série C para a B, da B para a A, ser semifinalista do Campeonato Brasileiro de 99 e da Copa do Brasil de 2004, e mais recentemente ser decidir o título da Copa do Brasil com campanha irretocável no Manoel Barradas, além de conseguir o direito e disputar alguns torneios internacionais como as Copas Conmebol e a Sul-Americana.

Isso sem citar as inúmeras conquistas nas divisões de base que resultam em amplo domínio local, sendo 36 títulos nos últimos 16 anos apenas nos torneios organizados pela Federação Bahiana – infantil, juvenil e júnior.

Este jogo de número 500 deve ser encarado, por tanto, como bastante especial, tanto pelo caráter festivo, como pela sua importância para o futuro próximo do clube, e certamente a torcida saberá reconhecer este momento e dará o incentivo esperado para que a festa seja digna de registro, empurrando o time para conquistar o resultado tão importante e desejado diante do Vasco.

Um fato interessante desta partida é que o adversário, dentre todos os times que já enfrentamos mais de quatro vezes no Manoel Barradas, é o que temos o melhor aproveitamento, impressionantes 93%, resultado de oito triunfos e um empate nos nove jogos realizados. São 25 gols pró e 9 gols contra.

Foram no total 101 adversários diferentes ao longo desses 499 jogos, com 315 vitórias, 104 empates e 80 derrotas, resultando um aproveitamento superior a 70%. Foram marcados pelo Vitória 1.113 gols, enquanto a meta rubro-negra foi vazada 518 vezes. Somando todos os públicos, 4.650.627 pessoas pagaram para assistir ao Vitória no Barradão.

Mas como o número de não pagantes beira os 10%, certamente mais de 5 milhões foi o público total, sendo que nos últimos cinco anos, com a aproximação do torcedor ao clube, graças ao trabalho da desempenhado pela atual diretoria, a média anual de publico presente é superior a 500 mil (na verdade, nos últimos cinco anos, ou 180 partidas, teve o mesmo público no Barradão do que nos demais anos que correspondem a 320 jogos). O que prova também de forma inconteste o crescimento da torcida rubro-negra.

Os campeonatos que mais disputamos no Barradão foram o Brasileirão da Série A (este será o jogo de número 200) e o campeonato Baiano (165 jogos). Também foram disputados Campeonato do Nordeste, Copa do Brasil, as segundas e terceira divisão, Copa Conmebol, Seletiva para Libertadores, Copa dos Campeões e Copa Sul-Americana.

Das 315 vitórias no Barradão, nada menos que em 109 a diferença de gols foi três ou mais, o que podemos denominar de goleadas. E os jogadores que mais colaboraram com esses gols foram Ramon, com 44 tentos, seguido por Allan Delon (40), Índio (34) e Fernando (32). Aproximadamente 400 jogadores já defenderam a camisa rubro-negra nessas partidas, sendo Vanderson, Bida e Flávio Tanajura os que mais envergaram o manto com 116, 110 e 108 jogos, respectivamente (até o jogo 499).

Tivemos inúmeros jogadores criados no Barradão que, mantendo a tradição do clube, foram destaques nacional e internacionalmente, podendo rapidamente citar David Luís, Hulk, Dudu Cearense, Felipe (goleiro), Marcelo Moreno e, recentemente, Wallace, Anderson Martins, Uellinton, entre tantos outros. Os técnicos que mais comandaram o Leão foram Arthurzinho, Vagner Mancini, Chamusca e Joel Santana, com 51, 39, 38 e 38 partidas, respectivamente.

Além dos jogos oficiais, cerca de 30 amistosos já foram realizados no Manoel Barradas, alguns como preparação para o início das temporadas ou inter-temporadas, e outros festivos como a inauguração do estádio, contra o Santos, em 86, na reinauguração contra o Olímpia, do Paraguai, em 91, o jogo contra o Corinthians, em 97, que marcou o retorno de Bebeto Gama ao rubro-negro, e a comemoração do aniversário contra o PSV este ano.

Colaborou: Alexandro Ribeiro (conselheiro rubro-negro e autor do livro “Barradão – alegria, emoção e Vitória”)

http://www.ecvitoria.com.br/site/noticias/detalhe.jsp?CId=14164

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

GloboEsporte - Vitória

Marketing ECVitória

UOL Esporte - Vitória

LeãodaBarra.com

GazetaEsportiva.net - Vitória

Terra Esportes - Vitória

Fanáticos por Futebol - Vitória

ESPN.com.br - Vitória

iG Esportes - Vitória

Links

FutebolBahiano.com

FutebolBaiano.net

BahiaNotícias - Esportes

iBahia - Esportes

Itapoan On-LINE - Esportes

Aratu Online - Esportes

A Tarde On Line - Esporte

Correio* - Esportes

Blog do GE - Larissa Dantas

Victoria Quae Sera Tamen - Franciel

Eu Sou Vitória - Fábio Monteiro

Vitória - Reinaldo Oliveira

ECV News

ECV 1899

Arena Rubro Negra

Leão Minha Paixão - Valmerson

Viáfara Paredão

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO