Vídeos do Vitória

17 de julho de 2010

Vitória faz três gols com Elkeson, Schwenck e Ramon, sobe para oitavo e derrota o São Paulo após nove anos de jejum

Vitória faz três gols com Elkeson, Schwenck e Ramon, sobe para oitavo e derrota o São Paulo após nove anos de jejum

Tanto o Vitória quanto o São Paulo estão em decisões avulsas ao Campeonato Brasileiro. O rubro-negro está na final da Copa do Brasil contra o Santos. O time paulista joga contra o Internacional uma vaga na grande final da Libertadores.

Antes de deixarem o Brasileiro de lado, as equipes se enfrentaram no Estádio Manoel Barradas, em um gramado pesado e castigado pela chuva, na noite deste sábado. Com muito toque de bola, jogadas rápidas e raça na hora de se defender, o Vitória foi espetacular.

Marcou três gols – Elkeson, Schwenck e Ramon – venceu o São Paulo, por 3 x 2, que descontou com Jean e Fernandão, e ainda quebrou um tabu que durava nove anos. Desde 2001, quando havia vencido por 2 x 1, que o Vitória não ganhava do adversário.

Além de apresentar um futebol aguerrido misturado com lances de pura magia, o Vitória convenceu o seu torcedor de que pode chegar muito longe na temporada. Com o resultado, o rubro-negro alcança 12 pontos e assume, momentaneamente, a 8ª colocação no Brasileiro.

Na próxima rodada, o rubro-negro volta a jogar em casa, desta vez contra o Goiás, às 19h30 desta quarta-feira. O time goiano joga contra o Cruzeiro, neste domingo, às 18h30, e ocupa a 12ª colocação.

Com menos de três minutos de bola rolando, o Vitória já havia tido três escanteios, uma finalização com o lateral-direito Nino e uma boa chance de abrir o marcador com Ramon. Ele achou espaço na grande área e finalizou para fora.

Marcando em cima e pressionando a saída de bola da equipe são-paulina, o Vitória não dava espaços para o meio-campo adversário criar. E, além disso, conseguia roubar a bola e pegar a defesa do tricolor desguarnecida.

Em uma dessas jogadas, Schwenck viu Egídio livre na ala esquerda e o serviu. O lateral invadiu a área e mandou no canto de esquerdo do goleiro Rogério Ceni, que conseguiu pular e fazer a defesa.

A torcida compareceu em bom número ao Barradão e conseguiu soltar o grito de gol graças a linda jogada de Egídio e bela conclusão de cabeça do meia Elkeson. O lateral-esquerdo chegou ao bico da grande área e, de três dedos, colocou a bola entre os dois zagueiros paulistas. Elkeson, como um raio, de cabeça mandou no cantinho. Vitória 1 x 0.

O Vitória era melhor em campo e dominava a partida, porém, o ala Jean fez boa jogada pela direita, tabelou pelo meio e chutou no canto esquerdo de Viafara, empatando a partida.

No fim do primeiro tempo, Fernando e Ramon tiveram boas oportunidades para o Vitória ir para o intervalo com a vantagem. Em chute de longe, o mandou uma bomba que raspou o travessão e, Ramon, em cobrança de falta, obrigou a Rogério Ceni a fazer boa defesa.

No segundo tempo mal deu tempo para sentar. Egídio, mais uma vez aparecendo bem pela esquerda, cruzou na medida para Schwenck subir mais que todo mundo e marcar o segundo gol do rubro-negro, o quarto dele no Brasileiro.

O São Paulo apertou a marcação e como técnico Ricardo Silva havia previsto, depois da derrota para o Avaí, em casa, eles viriam para o ataque. Porém, em um contra-ataque, iniciado pelo goleiro Viafara, o rubro-negro chegou ao terceiro gol.

Viafara chutou, Schwenck ganhou na disputa com Miranda e a bola sobrou Elkeson. O meia rolou para Ramon invadir a área, livre, e com muita categoria chutar cruzado, no canto direito de Rogério Ceni, que só olhou a bola no fundo do gol.

Com dois gols de diferença, o São Paulo partiu com tudo para o ataque. O técnico Ricardo Gomes fez duas substituições de imediato. Sacou Dagoberto e Marlos e colocou Fernandinho e Cleber Santana.

Em uma cobrança de escanteio, o atacante Fernandão subiu bem, mais do que Anderson Martins e diminuiu. Viafara ainda pulou na bola, mas não conseguiu chegar a tempo.

No fim do jogo, o Vitória se defendeu, marcou o São Paulo que não conseguia oferecer perigo ao gol rubro-negro. E depois, tocou a bola até o árbitro Marcelo de Lima Henrique apitar o fim do jogo.

VITÓRIA 3 X 2 SÃO PAULO
Data: 17/07/10
Estádio: Manoel Barradas
Cidade: Salvador (BA)
Horário: 18h30
Renda: R$ 227.005,00
Público: 11.915 pagantes

Vitória: Viafara; Nino, Wallace, Anderson Martins e Egidio; Vanderson, Ricardo Conceição, Fernando (Neto) e Ramon (Renato); Elkeson (Renan Oliveira) e Schwenck. Técnico: Ricardo Silva.

São Paulo: Rogério Ceni, Miranda, Xandão e Richarlysson; Jean, Rodrigo Souto, Hernanes, Marlos (Cleber Santana) e Junior César; Dagoberto (Fernandinho) e Fernandão (Washington). Técnico: Ricardo Gomes.

Cartão amarelo: Schwenck e Vanderson (Vitória), Dagoberto, Rodrigo Souto e Junior Cesar (São Paulo)

Cartão vermelho: não houve.

Gols: Elkeson, aos 13min, e Jean, aos 38min do 1º tempo; Schwenck, a l min, Ramon Menezes, aos 12min, e Fernandão, aos 16min do 2º tempo.

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ-Fifa
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ-Fifa) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ-Fifa)

http://www.ecvitoria.com.br/site/noticias/detalhe.jsp?CId=13554

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

GloboEsporte - Vitória

Marketing ECVitória

UOL Esporte - Vitória

LeãodaBarra.com

GazetaEsportiva.net - Vitória

Terra Esportes - Vitória

Fanáticos por Futebol - Vitória

ESPN.com.br - Vitória

iG Esportes - Vitória

Links

FutebolBahiano.com

FutebolBaiano.net

BahiaNotícias - Esportes

iBahia - Esportes

Itapoan On-LINE - Esportes

Aratu Online - Esportes

A Tarde On Line - Esporte

Correio* - Esportes

Blog do GE - Larissa Dantas

Victoria Quae Sera Tamen - Franciel

Eu Sou Vitória - Fábio Monteiro

Vitória - Reinaldo Oliveira

ECV News

ECV 1899

Arena Rubro Negra

Leão Minha Paixão - Valmerson

Viáfara Paredão

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO